Voltar

Sabemos que conhecimentos acadêmicos, isoladamente, não são suficientes para alcançar sucesso na vida. É preciso muito mais. Por isso, adotamos o LIV – Laboratório de Inteligência de Vida como nosso currículo de desenvolvimento socioemocional. Na Escola Eleva Botafogo, ele está em todos os segmentos:

Na Educação Infantil ajudamos as crianças a nomearem e reconhecerem suas emoções. Inspirados na teoria do psicólogo americano Paul Ekman, pioneiro no estudo das emoções e expressões faciais, trabalhamos com as emoções básicas: medo, alegria, tristeza e raiva, e adicionamos o amor, que acreditamos ser fundamental quando pensamos no vínculo familiar.

As crianças são apresentadas a situações vividas em seu dia a dia por meio de histórias desenvolvidas pela autora Mirna Portella e ilustradas pelo premiado Laurent Cardon.

Ao longo da leitura, a utilização de fantoches abre caminho para as conversas, deixando as crianças mais à vontade para compartilharem suas experiências. Também trabalhamos com músicas compostas pela cantora Maíra Martins, que conectam as emoções com os mais diversos ritmos musicais, por meio de canções como: “Valsa da Tristeza”, “Axé do Amor”, “Baião da Raiva”, dentre outros.

O LIV não se restringe ao espaço da escola. Os alunos dão continuidade ao processo de autoconhecimento em casa, junto a seus responsáveis, com o auxílio de um material pensado especificamente para eles. Dessa maneira, transbordamos o aprendizado para todos os âmbitos da vida das crianças, potencializando seu desenvolvimento integral.

No Fundamental I, a inteligência emocional continua sendo nosso foco. Trabalhamos quatro importantes pilares da teoria do psicólogo Daniel Goleman: autoconhecimento, autorregulação, empatia e habilidades sociais. Nesse momento, diversificamos a abordagem, pois entendemos que os alunos já são capazes de reconhecer e nomear sentimentos mais complexos, como ciúme, frustração, animação e arrependimento.

Esse trabalho é realizado por meio de livros exclusivos, criados em parceria com a autora Blandina Franco e o ilustrador Carlos Lollo, ganhadores do Prêmio Jabuti. Em cada capítulo, os protagonistas vivem situações que se aproximam das dos alunos, ajudando-os a refletir sobre cada experiência.

Além disso, com os responsáveis, trabalhamos o livro “Tenho monstros na barriga”, da autora Tonia Casarin, que possibilita um espaço de discussão sobre os sentimentos em casa.

No Fundamental II, os alunos são apresentados a diferentes disciplinas e professores, iniciando um processo de maior cobrança em relação ao estudo formal. Em paralelo, vivenciam um momento repleto de transformações: a adolescência. Nesse contexto, o desenvolvimento de habilidades socioemocionais se torna indispensável, facilitando as relações interpessoais, intrapessoais e a vivência dos novos desafios.

O currículo para essa faixa etária é pautado em seis habilidades principais: perseverança, criatividade, comunicação, proatividade, pensamento crítico e colaboração.

Para auxiliar no desenvolvimento dessas habilidades, trabalhamos com temáticas e ferramentas conectadas com a linguagem dos alunos. As aulas são guiadas por jogos, projetos e séries audiovisuais, engajando-os ainda mais no desenvolvimento das habilidades socioemocionais.

O grande sucesso do programa nesse segmento são quatro seriados audiovisuais desenvolvidos exclusivamente para o LIV, que trazem temáticas importantes para a discussão em sala de aula. O objetivo é, a partir da conexão dos alunos com os personagens e atores, abordar o socioemocional de maneira mais significativa.

Ao entrar no Ensino Médio, o adolescente é convidado pela sociedade a tomar decisões pessoais e profissionais, gerando uma enorme ansiedade e, em alguns casos, trazendo uma série de angústias. A educação passa a ser uma oportunidade central para prepará-lo para essa etapa, transformando seu potencial em possibilidades.

Nesse sentido, ajudamos o aluno a buscar informações, refletir e trocar ideias com o grupo, repensando tanto as suas escolhas pessoais, em um processo de autoconhecimento, quanto as possíveis escolhas profissionais, tornando o processo de decisão mais consciente.

No relatório de Jaques Delors, organizado pela Unesco em 2015, sobre adolescência e educação, um dos principais pontos é a importância de posicionar o indivíduo no centro de seus processos de desenvolvimento. A partir dessa ideia, o LIV traça o objetivo de ajudar o jovem a compreender que: ele é responsável por suas escolhas; toda escolha tem consequências; mesmo a não escolha é também uma escolha.

Para engajar os alunos, trouxemos a youtuber Jout Jout que, por meio de vídeos exclusivos para o LIV, apresenta temas que os ajudam nas suas escolhas pessoais, tão importantes nessa faixa etária. Em relação às escolhas profissionais, contamos com a parceria da Fundação Estudar, uma fundação sem fins lucrativos que apoia jovens em diversos projetos e nas suas decisões de carreira.

O LIV (Laboratório de Inteligência de Vida) é nosso currículo de desenvolvimento socioemocional

Na Educação Infantil, ajudamos as crianças a nomearem e reconhecerem suas emoções

No Fundamental I, trabalhamos quatro importantes pilares: autoconhecimento, autorregulação, empatia e habilidades sociais

No Fundamental II, o foco é nas relações interpessoais, intrapessoais e na vivência dos novos desafios

No Ensino Médio, ajudamos o adolescente em um processo de autoconhecimento, voltado para escolhas